Quem já praticou ou pratica yoga
já deve ter entoado o mantra Shantih Patah , ou Mantra de  Invocação da Paz. Shantih simplesmente
significa “paz”.  É um belo
significado e também um som muito bonito. O mantra Shantih é geralmente
repetido três vezes.  Mas você sabe por
quê?
Há algumas explicações, a
primeira delas diz que quando entoamos o mantra shantih tres vezes, estamos
invocando paz para o nosso corpo, fala e mente ou ainda como um desejo para a
paz de forma individual, coletiva e universal. Os três shantihs seria como que
um apelo aos poderes fenomenais para emprestar a paz aos nossos corações para a
prossecução do nosso estudo e prática.  Os
três Shantihs neste caso, são direcionados para as três fontes de distúrbios
que destroem a paz mental necessária para ensinar e aprender os conteúdos das
escrituras.
Outro motivo no qual entoamos o
Shantih tres vezes é para que estejamos livres dos tres tipos de perturbações,
que são:
Aadhi daivikam , Aadhi bowthikam , Aadhyatmikam
Aadhi – daivikam
significa distúrbios  advindos da
natureza ou de coisas que estão totalmente fora de nosso controle : furacões,
terremotos, erupções vulcânicas , inundações , tsunamis, etc Nós não temos
nenhum controle sobre estes tipos de distúrbios. Assim, quando dizemos o
primeiro shantih , estamos orando: “Ó Deus , que possamos ser protegidos
contra esses obstáculos que estão além do nosso controle. “
Aadhi – bhautikam
significa literalmente perturbações   que advém de outros seres do mundo. Estes são,
mosquitos, vizinhos barulhentos, cães latindo, o telefone tocando, discussões
familiares, pessoas maldosas, etc…  Ao
contrário da primeira categoria, temos algum controle sobre esta segunda
categoria de distúrbios. Podemos usar repelente de mosquitos, podemos chamar a
polícia sobre os nossos vizinhos, podemos desligar o telefone, podemos deixar o
local por completo, etc  Então, este
shantih significa : “Ó Deus , que possamos ser protegidos contra as
pessoas e os arredores.
.Aadhyatmikam
significa “perturbações surgindo a partir do próprio eu “. O terceiro
tipo de distúrbio é o mais poderoso e, ao mesmo tempo, o único sobre o qual
temos controle total.  Doenças, preocupações,
ciúmes, tensões, tristeza, raiva, ansiedade,  etc. Este é o tipo de sofrimento que eu causo
para mim mesmo.  Por exemplo, se como
demais e sei que vou passar mal depois, se não cuido direito da minha saúde, se
tenho pensamentos negativos e depreciativos a meu respeito, neste caso, o único
responsável pela minha infelicidade sou eu mesmo. Portanto, este último shantih
é para que não crie distúrbios para mim mesmo. Porque mesmo que estejamos
livres de perturbações externas, se o reino interior não é calmo nunca
saberemos o que é verdadeira paz. Por outro lado, uma vez que tenhamos
encontrado a paz interior, nenhuma força externa pode jamais nos perturbar.
Então cantar este terceiro shantih é semelhante à oração : “Ó Deus , por
favor, remova todos os obstáculos para que eu não crie sofrimento a mim mesmo”
.
Os mantras  funcionam
como uma forma de oração quando entoados de forma sincera , com amor e devoção.
Eles ajudam a preparar o clima mental adequado para o estudo espiritual de si
mesmo e auto reflexão.
OM SHANTIH SHANTIH SHANTIH OM ! 
Inspirado no texto:
http://www.indusladies.com/forums/chitvish-on-hindu-culture-vedanta/5014-why-do-we-chant-shantih.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *